Quando um surto elétrico causado por um raio acontece, a tensão da rede elétrica pode se elevar a mais de 5.ooo volts. Sem a proteção de um DPS (Dispositivo de Proteção contra Surtos) os equipamentos eletroeletrônicos conectados à rede podem ser seriamente danificados ou queimados instantaneamente. No entanto, existem outras fontes de geração de surtos, que ao contrário dos raios, ocorrem cotidianamente, por inúmeras vezes ao dia; como a o liga/desliga de grandes motores. Por exemplo, toda vez que um elevador é acionado, são gerados surtos, que mesmo não atingindo a magnitude das sobretensões transitórias causadas pelas descargas atmosféricas, podem danificar gradativamente os equipamentos conectados à rede elétrica. O mesmo acontece com os chaveamentos ou manobras de rede: dependendo de sua intensidade, os surtos causados tanto no momento em que ocorre o apagão, quanto no ato de religar a energia, podem danificar ou queimar de imediato eletroeletrônicos que são essenciais para o dia a dia em empresas, indústrias, instituições e residências.