No ano de 2005, a CLAMPER já marcava presença nas maiores feiras e congressos do setor elétrico. Em um destes eventos, surgiu o interesse de um fabricante americano de componentes elétricos em vender o VCL CLAMPER, destacando a sua marca. Para atender a esta demanda, o VCL deveria obter a certificação internacional UL. Com atuação de ambas as partes interessadas, a CLAMPER conseguiu a certificação e passou a exportar o VCL ao mercado americano, numa parceria muito frutífera entre 2005 e 2008, que existe até os dias de hoje. A certificação internacional significou para a CLAMPER o passaporte para investir em mercados de outros continentes e levou o VCL para países da América Central, América do Norte, Ásia e África.