A CLAMPER foi fundada em 1991. Desde então, apresenta ao mercado soluções de alto desempenho para proteção de equipamentos eletroeletrônicos contra danos causados por surtos elétricos. Confira, logo abaixo, a linha do tempo que conta um pouco mais sobre a história da CLAMPER e como a empresa se tornou líder de mercado no Brasil, expandindo seus trabalhos para os mais diversos cantos do mundo.

CLAMPER: 26 ANOS DE HISTÓRIA

1991
1991

EM BELO HORIZONTE, NASCE A CLAMPER: A PRIMEIRA ESPECIALISTA EM DPS DO BRASIL

 


A CLAMPER nasceu de uma demanda que ainda era incipiente no Brasil: a proteção contra descargas atmosféricas. A empresa iniciou seus trabalhos com foco em projetos de consultoria, que, para serem implementados, de fato, sempre abriam a necessidade do desenvolvimento de algum tipo de dispositivo de proteção. Neste contexto, a CLAMPER passou a fabricar, de maneira artesanal, produtos com soluções de engenharia para empresas como Vale do Rio Doce, Petrobrás, CEMIG, dentre outras, em projetos 100% customizados. Vários dos dispositivos de proteção que foram desenvolvidos sob demanda nos primeiros anos da CLAMPER foram, ao longo da trajetória da empresa, aperfeiçoados para uma produção seriada, em larga escala.

 

1992
1992

O LIBERTAR DAS AMARRAS – CLAMPER LANÇA PRIMEIRA GERAÇÃO DO VCL

A primeira geração do VCL foi criada a partir de uma necessidade recorrente dos clientes: um produto com capacidade de dreno de corrente mais elevada. Até então, trabalhando sob demanda em projetos 100% customizados, a CLAMPER fazia uso da importação para adquirir os componentes que ainda não existiam em nosso país. Um processo repleto de dificuldades,  entraves e burocracias, que resultavam em prazos prolongados de entrega dos materiais vindos de fora do país e consequentemente, para os seus clientes. Frente a essa realidade, a CLAMPER iniciou o projeto que mudaria a sua realidade: a fabricação de seu próprio DPS. Um produto robusto, metálico, com processo de manufatura totalmente interno – usinagem, ajuste mecânico, corte e dobra de chapa.

Mesmo com baixo volume de produção, essa iniciativa significou um grande salto para a CLAMPER: a empresa se livrou das amarras das importações e ganhou, consequentemente, uma competitividade enorme, a partir da redução de custos viabilizada pelo produto próprio.  Uma realidade que a possibilitou alçar voos maiores, oferecendo um produto de prateleira para o mercado. Ao mesmo tempo, após lançar a primeira geração do VCL, a CLAMPER pôde vislumbrar projetos de ampliação da sua capacidade fabril, desenvolver uma área comercial mais estruturada, se preparar para atender ao mercado e se solidificar como referência no segmento de proteção contra surtos.

1993
1993

VCL: O PRIMEIRO AJUSTE PARA ALCANÇAR A LIDERANÇA NO SEGMENTO

A primeira geração do VCL, lançada no ano de 1992, obteve um sucesso muito grande, representando um aumento considerável nas demandas de protetores contra descargas atmosféricas. No entanto, o processo de fabricação deste primeiro produto CLAMPER, extremamente artesanal, com o aumento da demanda, implicou uma série de limitações à empresa, quanto à capacidade de produção. Desta forma, a CLAMPER decidiu pela reformulação do projeto de seu VCL, substituindo sua estrutura metálica pelo invólucro plástico, o que tornou o processo de fabricação muito mais simples, permitindo a produção de mais dispositivos, em menos tempo, com valores muito mais acessíveis. Este foi o primeiro produto CLAMPER a figurar nos balcões de lojas de materiais elétricos, ainda em sua cidade natal, Belo Horizonte – MG. Foi também a primeira evolução do VCL, que anos depois, se tornaria um dos mais conhecidos e utilizados DPS do Brasil.

1996
1996

RECONHECIMENTO DO MERCADO: CLAMPER RECEBE 1ª PREMIAÇÃO DE QUALITY MIND

Pela primeira vez, a CLAMPER se sagrou vencedora do Prêmio Qualidade, realizado desde 1980, pela Revista Eletricidade Moderna, ícone da mídia especializada impressa do setor elétrico. Um reconhecimento do mercado a todo trabalho realizado pela CLAMPER, em sua coragem e determinação de promover, mesmo em tempos de grandes dificuldades econômicas em nosso país, a migração de soluções totalmente customizadas para soluções industrializadas e com foco no atendimento a demandas mais recorrentes. Com a primeira premiação quality-mind, que destaca as marcas mais associadas ao conceito de qualidade pelo universo dos profissionais do setor, a CLAMPER registra sua presença no mercado, despontando como a especialista em proteção do Brasil, oferecendo a tríade de: serviços, consultoria e fabricação de dispositivos.

1998
1998

LANÇAMENTO DA 2ª GERAÇÃO DO CLAMPER VCL, PADRÃO NEMA

Um período complicado, onde o Brasil atravessava dificuldades econômicas que refletiam diretamente no mercado. Este era o cenário enfrentado pela CLAMPER em 1998, que num ano marcado por adversidades, teve a coragem e ousadia de lançar a segunda geração do VCL, padrão NEMA. O VCL, que até então poderia ser compreendido como um componente de proteção (Varistor) encapsulado, passou por uma total reformulação, se tornando um produto completo, com características de performance, de proteção e segurança. O lançamento da segunda geração do VCL obteve um grande sucesso, despertando o interesse de vários segmentos, como concessionárias de energia, empresas de telecomunicações e muitos outros. Frente ao panorama de instabilidade enfrentado pela grande maioria das empresas neste período em nosso país, pode-se dizer que a segunda geração do VCL significou a salvação da empresa, sendo um marco para a história da CLAMPER.  A partir daí, o plano de investimento para o varejo tomou forma e a CLAMPER passou a trabalhar com muito mais peso no setor de marketing, com desenvolvimento de embalagens, campanhas e ações voltadas ao varejo.

2000
2000

HOMOLOGAÇÃO DOS PRIMEIROS MÓDULOS PROTETORES DE TELEFONIA NA ANATEL

No ano de 1998, houve a privatização do setor de telecomunicações do Brasil. As empresas que adquiriram as concessões tinham a missão de levar a telefonia a todos os cantões do país e isso, demandou um alto investimento. O mercado de telecomunicações foi um dos primeiros a apresentar uma aplicação consolidada de proteção contra surtos, principalmente nas linhas telefônicas, sendo que a homologação dos dispositivos de proteção era compulsória. A ANATEL foi instituída como agência reguladora e responsável pela homologação de todos os DPS a serem aplicados nas redes. A CLAMPER, com pioneirismo, know-how e visão de mercado, desenvolveu modelos de Dispositivos de Proteção contra Surtos para aplicação em linhas telefônicas, ISDN, entre outros. Logo em seguida, em 2000, conseguiu obter a certificação de seus dispositivos. Este foi o nascimento da família de Módulos Protetores CLAMPER, com mais de 20 modelos de DPS, todos certificados e homologados pela ANATEL.

2001
2001

UMA SOLUÇÃO IMPRESCINDÍVEL PARA COMPANHIAS DE ENERGIA: NASCE O PRBT

O PRBT – Para-Raios de Baixa Tensão é um Dispositivo de Proteção contra Surtos que foi criado para atender uma demanda específica da Companhia Energética de Minas Gerais. Um case de sucesso para a CEMIG, que diminuiu em mais 90% o índice de queima de seus transformadores, e principalmente para a CLAMPER, que tem motivos para comemoração desde o dia de“nascimento” deste produto. O PRBT foi desenvolvido em tempo recorde por meio de um grande esforço do corpo técnico da CLAMPER, que em menos de 45 dias, conseguiu projetar, elaborar protótipos e executar todos os ensaios de pré-certificação. Após vencer a concorrência, a CLAMPER foi capaz de desenvolver o produto definitivo no curto prazo de seis meses, incluindo a produção em larga escala do produto – que possui uma estrutura robusta e resistente a condições climáticas adversas – e todos os ensaios necessários para sua certificação. O PRBT se tornou um dos mais requisitados DPS da CLAMPER, aplicados para a proteção de transformadores em redes de distribuição secundária no Brasil, diversos países da América do Sul, África e América do Norte.

2002
2002

ATRAVESSANDO FRONTEIRAS: PARAGUAI É O DESTINO DA PRIMEIRA EXPORTAÇÃO DA CLAMPER

Ao desenvolver famílias consolidadas de produtos, com ensaios, certificações, embalagens, campanhas de publicidade e material de marketing, a CLAMPER estava pronta a alçar voos maiores. O Paraguai representava um mercado promissor e, ao mesmo tempo, com baixo custo de investimento – a distância geográfica, custo e tempo de deslocamento significavam para a CLAMPER um esforço similar ao dedicado a qualquer estado da região do sul do Brasil. A partir da primeira exportação em 2002, a CLAMPER passou a vender regularmente ao Paraguai, sendo referência e líder absoluta no segmento de proteção contra surtos por muitos anos. Em 2003, a CLAMPER promoveu um evento que marcou o lançamento oficial da marca no país, com presença de representantes do Governo do Estado. Os produtos comercializados foram Módulos de Proteção, VCL e PRBT (Para-Raios de Baixa Tensão).  Foi a primeira experiência de exportação da CLAMPER, com início em 2002 e que existe até os dias atuais.

2003
2003

INÍCIO DE UMA NOVA ERA: CLAMPER INAUGURA SEDE EM LAGOA SANTA, COM 1500M²

Outro marco de extrema importância para a trajetória da CLAMPER. Em 2003, o Brasil passava mais um período de incerteza, com transição presidencial e um mercado fragilizado. Para se ter ideia do cenário de estagnação e do receio que a crise causava aos empreendedores do Brasil, todos os economistas, especialistas e gestores de negócios consultados desaconselharam a construção de uma nova sede para a CLAMPER. Numa decisão corajosa de nosso fundador, Ailton Ricaldoni, contra tudo e contra todos, a CLAMPER investiu na sua nova sede, se mudando para a região metropolitana de Belo Horizonte: a cidade escolhida foi Lagoa Santa. Uma estrutura imponente, inaugurada com 1500 m² e que após um ano foi ampliada para 2500 m². A nova sede da CLAMPER significou o avanço da empresa para outro patamar. Um espaço adequado para receber clientes de grande potencial e criar parcerias de longo prazo.  A partir deste momento, a CLAMPER passou a ter como mostrar, além de sua capacidade técnica, a sua capacidade fabril para criação de novas parcerias. A nova sede também foi essencial para o impulsionamento de empregos e a capacitação de profissionais da indústria na cidade de Lagoa Santa e região.

2004
2004

LANÇAMENTO DA 3ª GERAÇÃO DO VCL, COM PADRÃO EUROPEU (DIN)

A partir de 2004, o Brasil passou a direcionar as novas instalações de quadros de distribuição de energia a adotarem o padrão europeu (IEC).  Com essa decisão, a CLAMPER voltou seus esforços para o desenvolvimento de um produto inovador, versátil e de qualidade comprovada: o VCL Slim.  Mas, qual foi o fator de inovação deste produto? É importante ressaltar que, apesar do Brasil recomendar às novas instalações a utilização do padrão IEC, mais de 90% dos quadros elétricos brasileiros apresentavam padrão NEMA (americano). Com essa consciência, a CLAMPER elaborou o produto de tal forma, que além de oferecer a opção de fixação tanto por meio de garras NEMA, quanto em trilhos DIN 35mm, o VCL Slim acompanhava consigo um adaptador, para ajustar sua concepção mecânica mais fina aos quadros NEMA, sem deixar os incômodos e inviáveis espaços vazios no quadro. Portanto, a terceira geração do VCL trouxe ao mercado um produto com foco na IEC – que norteava as novas instalações do Brasil – totalmente adequado para atender, sem nenhum problema, aos 90% dos quadros já instalados em nosso país, com padrão NEMA. O lançamento do VCL Slim obteve enorme sucesso no Brasil e motivou a exportação do produto a mercados que até então, pareciam distantes para a CLAMPER.

2005
2005

CERTIFICAÇÃO UL E INÍCIO DAS EXPORTAÇÕES PARA OS ESTADOS UNIDOS

No ano de 2005, a CLAMPER já marcava presença nas maiores feiras e congressos do setor elétrico. Em um destes eventos, surgiu o interesse de um fabricante americano de componentes elétricos em vender o VCL CLAMPER, destacando a sua marca. Para atender a esta demanda, o VCL deveria obter a certificação internacional UL. Com atuação de ambas as partes interessadas, a CLAMPER conseguiu a certificação e passou a exportar o VCL ao mercado americano, numa parceria muito frutífera entre 2005 e 2008, que existe até os dias de hoje. A certificação internacional significou para a CLAMPER o passaporte para investir em mercados de outros continentes e levou o VCL para países da América Central, América do Norte, Ásia e África.

2006
2006

PADRÃO DE QUALIDADE: EMPRESA RECEBE CERTIFICAÇÃO ISO 9001 PELA UL

Em 2006, com nome consolidado no mercado brasileiro e despontando como uma força no mercado internacional, a CLAMPER iniciou o processo e obteve a certificação ISO9001. Para a empresa, a ISO9001 significou uma grande conquista, que ocorreu de maneira natural. Com a certificação, a CLAMPER passou a comprovar, internacionalmente, sua capacidade de fornecer produtos e serviços que atendem às necessidades dos clientes, assim como os requisitos legais e regulatórios de sua área de atuação. E essa comprovação não se resume ao que é oferecido aos clientes, mas principalmente aos procedimentos internos. A visão dos colaboradores em relação à qualidade se torna uma constante na rotina produtiva diária, com regras claras sobre avaliação de conformidade, indicadores de qualidade e objetivos relacionados a resultados. Para a CLAMPER, acostumada a lidar com a presença de inspetores (organismos de certificação, companhias de energia, telecomunicações, entre outras), desenvolver um sistema de gestão maduro representou uma vitória para a própria empresa e para o mercado.

2006

EXPANSÃO DE NEGÓCIOS: OS DPS PRODUZIDOS PELA CLAMPER CHEGAM AO MERCOSUL

Com a certificação internacional de seus produtos e da própria empresa (ISO 9001), a CLAMPER intensificou sua participação em feiras na América Latina para expansão de negócios, em grande parte através no SINAEX – programa ligado à Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, com ações mais frequentes em países como Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Colômbia e Peru. Em menos de dois anos, a CLAMPER já estava presente em 12 países, exportando Dispositivos de Proteção contra Surtos para as mais diversas aplicações, não apenas em sua Linha Profissional – da qual a grande maioria das negociações são B-to-B (de empresa para empresa) –  mas também de produtos desenvolvidos para o uso domiciliar, pertencentes à Linha Plugue e Use.

2007
2007

ATENTA ÀS NECESSIDADES DO MERCADO, CLAMPER LANÇA O VCL PLUGÁVEL

Atenta às necessidades do mercado, a CLAMPER lançou a versão plugável do VCL, homologada imediatamente pela norma da IEC. O VCL Slim Plugável agrega muito mais facilidade no processo de manutenção / substituição, pois no fim de sua vida útil, somente a parte móvel do produto deve ser substituída, ou seja, não é preciso desfazer as conexões da parte fixa com as linhas. Essa instalação, sem interrupção da energia, reduz o custo e o tempo de manutenção, além de proporcionar mais segurança ao profissional. Com foco inicial nos clientes corporativos, o produto se tornou uma excelente opção para aplicação em ferrovias, que possuem a necessidade de substituição de dispositivos com maior frequência e mais agilidade.

2010
2010

PORTAS ABERTAS A UM NOVO CONTINENTE: CLAMPER ABRE UNIDADE NO MÉXICO

A CLAMPER iniciou, a partir de 2008, negociações com grandes companhias do México, nos setores de energia, telefonia e ferroviário. Um estudo mais aprofundado revelou que o país possuía um potencial enorme para a atuação da CLAMPER, o que motivou a empresa a criar uma unidade na Cidade do México, no ano de 2010. Após muito trabalho, foi concluída a instalação da CLAMPER México, com a missão de assumir o comércio na NAFTA (bloco econômico formado por Canadá, EUA e México, regido pelo tratado de livre comércio) e atender os país da América Central e Caribe. Desde então, a marca caminha a passos largos no objetivo de se tornar a referência no segmento de proteção contra surtos do país.

2011
2011

PIONEIRISMO: CLAMPER LANÇA VCL PERFURANTE, UM DPS INOVADOR, VERSÁTIL E DE BAIXO CUSTO

Um Dispositivo de Proteção contra Surtos com alto índice de inovação. Em 2011, começou se cogitar, no Brasil, a troca dos medidores eletromecânicos de energia, por medidores eletrônicos. No entanto, os primeiros medidores eletrônicos colocados no mercado apresentaram muitos problemas de queima. Desta forma, fabricantes contataram a CLAMPER, solicitando um protetor de baixo custo e dimensões extremamente reduzidas para aplicação nos medidores eletrônicos. Desta demanda, nasceu a ideia de desenvolver um produto versátil, que funcionaria perfurando o cabo de alimentação elétrica. Patenteado pela CLAMPER, o VCL Perfurante é o DPS ideal para instalação em medidores e quadros de distribuição / comando que não possuem espaço nos trilhos. Uma solução econômica para proteção de equipamentos eletroeletrônicos contra danos causados por raios e surtos, com a marca registrada de inovação da CLAMPER.

2012
2012

FILTRO DE LINHA + DPS: É LANÇADO O CLAMPER MULTIPROTEÇÃO 8

Em 2003, foi lançada a norma do novo padrão brasileiro de tomadas. O INMETRO, responsável pela sua regulamentação, determinou que até o fim de 2011, todas as empresas fabricantes de materiais elétricos e eletrônicos deveriam adequar seus produtos ao novo padrão de tomadas. Essa mudança fez a CLAMPER promover uma reformulação total em seu portfólio de produtos da Linha Plugue e Use. Em 2012, é lançado o primeiro DPS + Filtro de Linha capaz de oferecer proteção simultânea a linhas telefônicas e de dados: o CLAMPER Multiproteção 8. Elaborado material robusto e altamente resistente, com design moderno, proteção elétrica para até oito produtos, além de conexões para cabos coaxiais e conectores RJ11. Rapidamente, o Multiproteção caiu nas graças dos aficionados por tecnologia, sendo um dos produtos mais requisitados da CLAMPER até os dias atuais.

2013
2013

ICLAMPER POCKET: NASCE O DPS PORTÁTIL DESENVOLVIDO PELA CLAMPER

Em 2013, num momento de boom na utilização de aparelhos eletroeletrônicos móveis, como smartphones, tablets e laptops, a CLAMPER direcionou seus esforços para criação de um produto com aplicação massiva para estes tipos de dispositivos, com intuito de oferecer a proteção dos equipamentos, seja durante seu tempo de carga em ambientes residenciais e corporativos, quanto em lugares onde não se tem ideia da qualidade / segurança da energia fornecida, como em viagens  – aeroportos, hotéis, restaurantes e áreas comuns em geral. Portátil e de custo acessível, nasceu o iCLAMPER Pocket, com o slogan “o DPS que cabe no seu bolso”. O lançamento do produto foi um grande sucesso, tanto para o consumidor final, como também para novos clientes corporativos da CLAMPER. A proteção individual e portátil oferecida pelo iCLAMPER Pocket se tornou uma solução ideal para proteção de equipamentos como impressoras, refrigeradores e vários outros tipos de eletroeletrônicos, além, claro, de seu público-alvo, os aparelhos móveis. O sucesso do produto motivou a CLAMPER a criar, nos anos subsequentes, novos modelos da mesma família, como o iCLAMPER Pocket X, com DPS adaptados com plugues e tomadas em padrões antigos / internacionais; e o iCLAMPER Pocket 20A, destinado à proteção de produtos com padrão de tomada de 20 amperes, como máquinas de lavar e secar, refrigeradores, aparelhos de micro-ondas, dentre outros.

2015
2015

CLAMPER ENERGIA 5 CHEGA AO MERCADO, PARA SE TORNAR UM DOS MAIS POPULARES DA CLAMPER

Um fato extremamente preocupante é que o mercado de produtos multitomadas no Brasil sempre foi altamente contaminado por equipamentos que não cumprem o que prometem, apresentando graves falhas de segurança. Para ilustrar este cenário, um teste realizado pelo INMETRO veiculado em 2009 no programa Fantástico, da Rede Globo, reprovou todas as marcas de Filtros de Linha analisadas, atestando que dos 11 modelos testados, nenhum dos filtros de linha foi considerado seguro. Frente a essa realidade, a CLAMPER, que sempre prezou pela qualidade e garantia de proteção proporcionada pelos seus produtos, desenvolveu um produto voltado ao varejo, que alia a função Filtro de Linha à garantia de proteção que sempre caracterizou sua diversificada linha de DPS. Com slogan “Mais que um Filtro de Linha”, nasceu o iCLAMPER Energia 5, pronto para integrar as gôndolas das melhores lojas de informática e materiais elétricos do Brasil. Um DPS + Filtro de linha de alta capacidade, construído com material de primeira qualidade, design diferenciado, ideal para proteger equipamentos que são altamente sensíveis a danos e que geralmente possuem custo elevados de aquisição e eventuais reparos. Rapidamente, o iCLAMPER Energia 5 se tornou um dos mais populares produtos da CLAMPER, se tornando referência de qualidade, proteção e segurança entre as opções de filtros de linha/extensões do mercado.

2016
2016

25 ANOS DE HISTÓRIA: CLAMPER PUBLICA LIVRO EM SEU JUBILEU DE PRATA

Para celebrar seus 25 anos de história, a CLAMPER publicou o livro Proteção de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos contra Surtos Elétricos em Instalações. Produzido com a colaboração de professores da UFMG, da PUC, pesquisadores do CPqD e engenheiros do corpo técnico da Clamper, trata-se da primeira publicação técnica no Brasil que une teoria e aplicação. Com qualidade de conteúdo e um trabalho gráfico diferenciado, o livro aborda um tema de grande utilidade para formadores de opinião, escolas de engenharia, cursos técnicos e empresas que trabalhem com engenharia de proteção. O livro Proteção de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos contra Surtos Elétricos em Instalações foi distribuído durante os anos de 2016 e 2017 para universidades e entidades do setor elétrico em todo o Brasil. A versão digital pode ser baixada gratuitamente, pelo site da Clamper – www.clamper.com.br.

VEJA TAMBÉM

Fale Conosco

A nossa equipe está sempre à disposição para solucionar qualquer tipo de dúvida sobre ...

Parceiros

A CLAMPER iniciou suas atividades desenvolvendo soluções customizadas para grandes com ...

Qualidade

Os DPS CLAMPER são certificados pelos mais conceituados órgãos do mundo. Da mesma form ...

Institucional

Empresa mineira que se tornou líder no Brasil trabalhando com ousadia, inovação e prod ...