Youtube Twitter Facebook
Descrio Loja
Vitrine Blog
    20 mar/17
    Aparelhos queimados por raios – Compreenda o perigo dos surtos elétricos

    Certamente você já ouviu falar que os raios em tempestades podem provocar a queima de aparelhos elétricos e eletrônicos. Mas, por que isso acontece? Conheça um pouco mais sobre o comportamento dos raios e saiba como evitar grandes perdas com as suas consequências.

    Aparelhos queimados por raios - Compreenda o perigo dos surtos elétricos

    Aparelhos queimados por raios – Compreenda o perigo dos surtos elétricos

    O raio é uma descarga elétrica de grande intensidade que ocorre entre as nuvens ou entre nuvem e solo. Representa perigo para as pessoas, edificações e equipamentos. Em média, de 50 a 100 descargas elétricas atingem o planeta terra a cada segundo. O Brasil é o campeão mundial de incidência de raios, registrando de 50 a 70 milhões de descargas atmosféricas por ano.

    O raio pode atingir diretamente a rede elétrica, telefônica, de tv e  internet causando um grande surto que é conduzido com toda a sua potência ao longo das redes transmissoras, e, sem a correta proteção, causa a queima dos mais diversos equipamentos eletrônicos conectados a elas.

    Quando um raio cai a certa distância da rede elétrica, ele gera um campo eletromagnético que atinge a rede. O surto causado por este campo é conduzido pela rede elétrica a uma distância de até 5km do local de origem.

    Em prédios com pára-raios, as pessoas e edifícios estão livres dos danos, Mas seus bens eletroeletrônicos correm ainda mais perigo. Isto ocorre porque, quando um raio é levado para o solo, ele gera uma onda eletromagnética e ela gera surtos elétricos.

    Quando um surto elétrico causado por um raio acontece, a tensão da rede pode se elevar a mais de cinco mil volts. Sem a proteção de um DPS, Dispositivos de Proteção contra Surtos, os equipamentos podem ser  seriamente danificados e até mesmo queimados instantaneamente.

    Agora que você já sabe os danos e prejuízos que os raios podem causar aos equipamentos que são tão importantes para o seu dia-a-dia, não vai querer contar apenas com a sorte, não é mesmo?

    Para proteção de seus eletroeletrônicos contra queimas causadas por raios e surtos elétricos, conte com a Clamper. Referência brasileira na pesquisa, desenvolvimento e fabricação de DPS.

    COMPRAR DPS

    A Clamper fabrica Dispositivos de Proteção contra Surtos para os mais diversos tipos de aplicações. Acesse www.clamper.com.br e conheça os nossos produtos.

    0
    20 out/16
    Clamper 25 Anos: Uma trajetória de desafios e conquistas

    Nas últimas décadas, o Brasil experimentou um crescimento da indústria de eletroeletrônicos que mudou a forma como empresas e pessoas passaram a lidar com a tecnologia. A produção, importação e comercialização de equipamentos de comunicação, segurança e transmissão de dados cresceram ao ponto de colocar o país em primeiro lugar na lista das nações com maior consumo de eletroeletrônicos portáteis do mundo em 2010.

    Paralelamente com este crescimento, surgia a necessidade de proteção para equipamentos: primeiramente os industriais, seguido dos aparelhos de uso doméstico e pessoal. No entanto, antes que este crescimento se tornasse realidade, o engenheiro eletricista Ailton Ricaldoni Lobo – então funcionário da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) – baseado em experiência e visão de futuro, iniciou sua trajetória na busca por oferecer ao mercado conhecimento e soluções em proteção contra surtos para equipamentos e sistemas eletroeletrônicos.

    Em 1991, surgia a Clamper. Indústria genuinamente brasileira, com sede em Lagoa Santa, focada em pesquisa, desenvolvimento e produção de Dispositivos de Proteção contra Surtos – DPS.

    Os surtos elétricos são sobretensões transitórias, distúrbios cotidianos na rede elétrica ocasionados por: incidência direta ou indireta de raios; liga e desliga de máquinas ou queda e religação de energia.

    A Clamper iniciou suas atividades numa época econômica muito delicada. As empresas, principalmente concessionárias de energia e telefonia, precisavam de parceiros que as auxiliassem na solução de problemas. Com o objetivo de criar produtos que atendessem a esta necessidade, a Clamper pautou sua atuação desde os primeiros passos. “Sempre tivemos o foco no desenvolvimento de produtos inovadores, com atenção aos detalhes e pensando em solucionar os problemas dos clientes com relação à proteção”, explica Ailton Ricaldoni Lobo.

    Ao comemorar 25 anos de existência, a Clamper celebra, também, o reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido neste período. Líder de mercado no Brasil, a empresa já é vista como um importante player no mercado internacional. Hoje, os produtos Clamper são exportados para 15 países, com tecnologia certificada nos mais diversos cantos do mundo, inclusive nos Estados Unidos. Quando o assunto é DPS, a marca mineira figura entre as mais respeitadas na América Latina, África, América do Norte e Europa. Em 2012, foi inaugurada a Clamper México, com o intuito de assumir protagonismo na NAFTA (bloco econômico formado por Canadá, EUA e México, regido pelo tratado de livre comércio) e atender os países da América Central e Caribe.

    Sede da Clamper - Lagoa Santa - MG - Área de 10.000 m²

    Sede da Clamper - Lagoa Santa - MG - Área de 10.000 m²

    Apesar do crescimento e de dispor mais de 300 produtos disponíveis para o mercado, a Clamper ainda oferece aos clientes do setor corporativo a possibilidade de produzir equipamentos customizados de acordo com a necessidade de cada projeto. Os produtos destinados ao varejo também são desenvolvidos com base nas mudanças de comportamento das pessoas e em suas escolhas no dia-a-dia. É o caso da linha iCLAMPER Pocket: modelos de protetores compactos que podem ser levados facilmente no bolso ou bagagem de mão, desenvolvidos para atender a alta demanda por equipamentos pessoais móveis, como smartphones e tablets.

    A última pesquisa divulgada pelo IBGE, demonstra que este mercado cresceu mais de 35% nos últimos anos. Daí a necessidade de dispositivos que ofereçam proteção para os equipamentos. A funcionalidade dos modelos, aliada à tecnologia embutida, conferem ao produto um dos melhores custo/benefício da categoria. Basta comparar o valor médio de um smartphone, cerca de R$1500,00, com o preço do iCLAMPER Pocket 2P, R$29,90 (valor de venda na Loja Virtual da Clamper), para se ter ideia do reduzido investimento em relação ao benefício obtido com a proteção do equipamento.

    O mesmo raciocínio pode ser aplicado aos demais produtos oferecidos pela Clamper em relação ao custo dos equipamentos. Ainda segundo dados do IBGE, mais de 97% dos 67 milhões de domicílios brasileiros possuem aparelhos de televisão, em 40% deles são digitais e em 32% estão presentes sistemas de TV por assinatura. Quase 98% destes lares têm geladeira, enquanto equipamentos como máquina de lavar, computadores e telefones fazem parte da realidade de mais de 40 milhões de residências no Brasil. Todos estes bens eletrônicos e eletrodomésticos sofrem com danos causados, diariamente, pelos surtos elétricos.

    PERIGO, SURTO!

    Um dado importante coloca em perigo todo o investimento em tecnologia realizado pelos brasileiros nos últimos anos e aumenta a necessidade de investir, também, em proteção para estes equipamentos. O Brasil é o país com maior incidência de descargas atmosféricas no mundo, o que torna automaticamente, um dos locais que oferecem maior risco de queima imediata ou de diminuição de vida útil de aparelhos devido ao alto número de surtos elétricos. E, neste caso, também estão incluídos equipamentos corporativos e edificações.

    Graças ao trabalho realizado por órgãos competentes e por comitês técnicos, dos quais a Clamper participa, o estudo sobre surtos elétricos no Brasil evoluiu muito e promoveu a formatação de normas de proteção como a NBR5410 e, posteriormente a NBR5419 editadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Estas normas recomendam o uso de DPS em instalações, considerando não somente o índice de descargas elétricas, mas, também, a segurança para as edificações, equipamentos e vidas humanas.

    Em consonância com esta realidade, a Clamper investe constantemente no desenvolvimento de novos produtos, frutos de intenso processo de estudo. Anualmente, 10% do faturamento da empresa é empregado em projetos de pesquisa e inovação, realizados em parceria com universidades e institutos brasileiros.

    NOVOS INVESTIMENTOS EM ENERGIA

    A busca por novos desafios tem sido a marca registrada da Clamper em seus 25 anos. Com a missão de ser sinônimo de tranquilidade para empresas e pessoas no que se refere à proteção de seus equipamentos, o Grupo Clamper alça novos voos e investe em tecnologias para ampliar ainda mais a entrega aos clientes. É o caso da Nanum: empresa de nanotecnologia adquirida em 2008 junto a uma incubadora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ela é especializada na pesquisa e comercialização de materiais nanoestruturados para transformação em produtos de alto valor agregado. “Na Nanum, estamos desenvolvendo um supercapacitor, com aplicação nas redes de energia elétrica, assim como em carros elétricos e nas próprias residências” destaca Ricaldoni.

    Atualmente, o Grupo Clamper lidera diversos projetos de pesquisa em energia renovável: geração de energia através de corrente marinha, geração através de biomassa, oleaginosas, lixo, energia solar fotovoltaica, energia eólica. Iniciativas grandiosas, como por exemplo, de biomassa e óleo vegetal, em que o Grupo conta com parcerias para o desenvolvimento de biorrefinarias no Brasil, destinadas à produção de Diesel Verde e Bioquerosene de aviação. Há também uma tecnologia de pirólise para produzir óleo vegetal e gás de síntese a partir de resíduos.

    UM OLHAR PARA O FUTURO

    Ailton Ricaldoni Lobo, ao analisar a trajetória da Clamper, sempre credita grande parte do sucesso à dedicação de seus colaboradores. “Temos um time que costumo chamar de cúmplices. São pessoas envolvidas com o espírito de inovação da Clamper e essenciais para nosso crescimento”, reconhece. Atualmente, a empresa conta com aproximadamente 200 funcionários que são escolhidos criteriosamente e recebem treinamento constante alinhado ao alto padrão de qualidade exigido pela empresa.

    Clamper - 25 Anos - Referência em DPS no Brasil

    Presidente e Fundador Ailton Ricaldoni discursa na Festa de 25 Anos da Clamper

    Para o presidente, chegar aos 25 anos é desejar muito mais. “Na Clamper, permanecemos muito atentos em relação a esse cenário de mudanças e transformações. Tanto na busca de alternativas para o nosso mercado atual, mas também no estudo de outros negócios paralelos e correlatos que possam, eventualmente, no futuro, substituir os produtos que hoje fabricamos. É um processo de criação permanente e constante busca por alternativas, novos produtos e novos mercados. O futuro nos trará grandes desafios. Estamos nos preparando para superá-los” finaliza.

    0
    04 out/16
    Palestra sobre DPS em Curitiba: Parceria Clamper e SENGE

    Na noite de hoje (04/10), a Clamper e o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (SENGE) promoveram uma palestra gratuita sobre Dispositivos de Proteção contra Surtos Elétricos – DPS. O evento foi realizado em Curitiba, na sede do Sindicato, das 19h às 21h.

    Cerca de 40 profissionais, entre engenheiros, técnicos e eletricistas, participaram da Palestra, ministrada pelo Engenheiro Eletricista do Suporte Ténico da Clamper, Diogo Xavier. Para efetuar a inscrição, cada convidado colaborou com 1kg de alimentos não perecíveis, que serão doados a instituições beneficentes.

    Palestra sobre DPS - Clamper - SENGE - Curitiba/PR

    Clamper e SENGE promovem Palestra sobre DPS em Curitiba

    CONTEÚDO
    – Natureza e origens do Surto Elétrico
    – O que é um DPS ( Dispositivo de Proteção contra Surtos)
    – Requisitos da ABNT NBR 5410:2004 para especificação de DPS
    – Esquemas e recomendações para a conexão de DPS em quadros elétricos segundo a ABNT NBR 5410:2004;
    – Modelos de DPS Clamper para aplicação em quadros elétricos
    – Exemplos de aplicação de DPS Clamper na Proteção de eletroeletrônicos
    – Outras Linhas de Proteção Clamper, industriais e corporativas, incluindo redes energia, telefonia, sinais e dados.

    PÚBLICO-ALVO
    Profissionais que atuem com projeto, execução, manutenção e verificação de instalações elétricas e serviços de eletricidade.

    TREINAMENTOS CLAMPER
    Líder brasileira no desenvolvimento e fabricação de Dispositivos de Proteção contra Surtos elétricos, a Clamper também se destaca na formação de profissionais em todo o Brasil. As palestras e os treinamentos da empresa mineira são frequentemente requisitados por instituições de ensino (superior e técnico), empresas, sindicatos de engenharia, feiras, eventos e congressos do setor elétrico.

    Palestra sobre DPS - Clamper - SENGE - Curitiba/PR

    Palestra ministrada por Diogo Xavier - Eng. Eletricista do Suporte Técnico da Clamper

    0
    22 set/16
    Líder na fabricação de DPS no Brasil comemora 25 anos de história

    A Clamper, empresa mineira referência na pesquisa, desenvolvimento e fabricação de Dispositivos de Proteção contra Surtos ( DPS ) alcançará, em Outubro de 2016, uma marca histórica: 25 anos de trajetória.

    Para celebrar a data, a Clamper promoveu um evento inesquecível. Na noite comandada pela jornalista Inácia Soares, no Teatro Bradesco, foram realizadas homenagens, entrega de presentes e lançamentos de produtos.

    Talk Show com Inácia Soares e Ailton Ricaldoni

    Festa de 25 Anos Clamper - Talk Show com Inácia Soares e Ailton Ricaldoni

    Um dos destaques do evento foi o lançamento do livro Proteção de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos contra Surtos Elétricos em Instalações, produzido em parceria com professores da UFMG, PUC, pesquisadores do CPqD e engenheiros do corpo técnico da Clamper. O versão digital do livro pode baixada gratuitamente pelo site www.clamper.com.br

    “Trata-se da primeira publicação técnica no Brasil que une teoria e aplicação. Um livro que será de grande utilidade para formadores de opinião, escolas de engenharia, cursos técnicos e empresas que trabalhem com engenharia de proteção”, destaca Ailton Ricaldoni, fundador e presidente da Clamper, que também participou da produção do livro.

    O evento para o qual foram convidados profissionais do setor, professores, autoridades, além de amigos e parceiros da Clamper foi realizado na noite do dia 21 de Setembro, no Teatro Bradesco, em Belo Horizonte. Confira, no vídeo abaixo, como foi a Festa de 25 Anos da Clamper:

    ESPECIALISTA EM PROTEÇÃO – A Clamper, localizada em Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte, é referência nacional e internacional quando o assunto é proteção no setor elétrico. Ao contrário das demais empresas do setor, a Clamper fabrica exclusivamente Dispositivos de Proteção contra Surtos – DPS, com tecnologia brasileira, muitos deles largamente utilizados por concessionárias de energia e telefonia. Além do mercado corporativo, a empresa também atende o mercado residencial com protetores que garantem mais vida útil para os equipamentos eletroeletrônicos como geladeiras, televisores e computadores.

    No ano em que festeja seus 25 anos, a empresa comemora, também, o sucesso dos produtos e a chancela do mercado como uma das empresas mais confiáveis do setor, título conquistado graças à eficiência e qualidade dos produtos Clamper.

    FICHA:
    Comemoração 25 anos Clamper
    Data: 21 de Setembro de 2016 | Horário: 19h
    Local: Teatro Bradesco – Rua da Bahia, 2244 – Lourdes – Belo Horizonte

    PROGRAMAÇÃO:
    19h00 – Recepção
    19h30 – Cerimônia – Teatro Bradesco
    21h00 – Coquetel – Salão do Minas Tênis Clube

    0
    14 jul/15
    Impactos de apagões e descargas elétricas na sua rede doméstica

    Em períodos chuvosos, as quedas de energia e apagões são comuns em qualquer região do país. Esses acontecimentos causam variações na energia elétrica, provocando danos aos aparelhos. Muitos desses estragos podem ser irreversíveis, gerando um grande prejuízo ao consumidor.

    Muitos aparelhos eletrônicos, como TVs e notebooks, são altamente sensíveis às variações do fluxo de energia em uma rede doméstica. Esse rombo financeiro poderia ser evitado, se o cliente soubesse da importância de proteger sua rede elétrica de raios e blackouts.

    Quer saber tudo sobre os impactos de apagões e descargas elétricas na sua rede? Continue lendo!

    Prejuízos financeiros

    Um dos impactos de apagões e descargas elétricas é sentido pelo bolso do consumidor. Com a interrupção brusca e contínua de energia, os aparelhos perdem seu desempenho ou funcionamento parcial. Com isso, torna-se recorrente consertos de aparelhos, tendo mais custos do que o esperado.

    Queima total

    Os aparelhos em um eventual apagão podem ser estragados por completo quando a eletricidade é reestabelecida. O motivo está na alta carga elétrica que chega até eles quando a rede volta a funcionar.

    Essa elevação extrapola a potência dos eletrônicos, danificando completamente seus circuitos. Do mesmo modo, as descargas atmosféricas (os raios) também causam danos, pois mesmo protegidos pelos para-raios, parte deste surto pode entrar pela rede doméstica, queimando equipamentos sensíveis à variação de energia.

    Com essa abrupta elevação, os aparelhos param de funcionar permanentemente. A partir desses acontecimentos, os prejuízos financeiros são aumentados, pois será necessário adquirir outro aparelho. Além disso, atividades fundamentais do dia a dia, que necessitam de energia, são prejudicadas.

    Tarefas rotineiras

    Muitas atividades dependem da eletricidade para serem executadas. Por exemplo, algo fundamental para muita gente é tomar banho com conforto, ou seja, com água morna ou quente. O chuveiro elétrico é o responsável por prover um bom banho.

    Perdas de alimentos

    Outro transtorno desagradável é a perda de alimentos perecíveis em geladeiras e em freezers. Com a falta de fornecimento contínuo de energia, toda a comida é perdida, pois depende das baixas temperaturas fornecidas pelos aparelhos para ser conservada durante um determinado período.

    Danos a aparelhos hospitalares

    Os surtos elétricos nas residências comprometem aparelhos de uso hospitalar. Respiradores artificiais e desfibriladores, por exemplo, são altamente sensíveis a qualquer mudança de passagem de elétrons. Qualquer variação pode estragar completamente esses aparelhos.

    Com isso, vê-se a gravidade de uma descarga elétrica na rede doméstica. Uma possível queima pode agravar a saúde de pessoas que dependem de equipamentos hospitalares.

    Perigo constante para as pessoas

    Os apagões não causam apenas prejuízos financeiros. Eles causam insegurança para as pessoas que sempre dependem de energia elétrica, como crianças e idosos.

    As atividades básicas são comprometidas, como usar o banheiro e caminhar livremente pela casa. Sem luz, por exemplo, aumenta-se o risco dos moradores de uma casa sofrerem graves acidentes.

    Como evitar os prejuízos dos apagões e dos blackouts

    Para evitar as descargas elétricas causadas por apagões e por surtos elétricos, é fundamental investir em equipamentos de proteção. Há dispositivos de proteção para toda a rede doméstica.

    Eles são instalados na entrada do quadro geral de distribuição energética, regulam a tensão e descarregam o excesso para fios de aterramento. Os equipamentos também podem ser protegidos individualmente, instalando-os na tomada. Esse procedimento evita a queima de dispositivos elétricos sensíveis como os computadores, os tablets e os televisores.

    Viu como podem ser graves os impactos de apagões e descargas elétricas na sua rede doméstica? Já teve experiências negativas com blackouts e surtos de tensão? Comente neste texto a sua opinião e saiba mais sobre a proteção de rede elétrica assinando a nossa newsletter!

    6
    28 ago/13
    Dúvidas? A Clamper responde!

    Para ajudar você a escolher seus produtos de acordo com a sua necessidade e manter seus eletroeletrônicos protegidos contra raios e surtos elétricos, não basta apenas desenvolver os melhores equipamentos e DPS. A Clamper se preocupa em esclarecer as suas dúvidas e possui uma sessão em seu site, com as perguntas mais frequentes dos usuários.

    A carga do circuito elétrico interfere no dimensionamento do CLAMPER VCL? É necessário rearmar o CLAMPER VCL quando ele atua? Existe a necessidade de construir um aterramento especial para instalar o CLAMPER VCL?

    Essas são apenas algumas das dúvidas frequentes que a Clamper responde para você. É só clicar aqui e verificar as respostas, para não deixar de contar com a melhor proteção contra raios e surtos elétricos.

    0