Youtube Twitter Facebook
Descrio Loja
Vitrine Blog
    16 dez/16
    O que é DPS? Conheça os Dispositivos de Proteção contra Surtos e como eles protegem seus equipamentos contra queimas causadas por raios

    Dispositivos de proteção contra surtos (DPS) são equipamentos desenvolvidos com o objetivo de detectar sobretensões transitórias na rede elétrica e desviar as correntes de surto. Estes distúrbios, são mais comuns do que muitos imaginam, ocorrendo diariamente em ambientes residenciais, comerciais e industriais. Mas, como eles são gerados? E mais, que tipo de danos os surtos elétricos podem causar? Qual é a melhor proteção para os nossos equipamentos?

    Essas e várias outras dúvidas serão esclarecidas a seguir, de maneira simples e prática.  Siga conosco!

    O QUE É O SURTO ELÉTRICO?
    Surto elétrico é uma onda transitória de tensão, corrente ou potência que tem como característica uma elevada taxa de variação por um período curtíssimo de tempo.  Ele se propaga ao longo de sistemas elétricos e pode causar sérios danos aos equipamentos eletroeletrônicos.

    DE ONDE VEM O SURTO ELÉTRICO?
    Os surtos elétricos são normalmente causados por descargas atmosféricas, manobras de rede e liga/desliga de grandes máquinas. Saiba mais sobre cada tipo de situação:

    1.Descargas Atmosféricas
    Sempre que um raio cai, seja diretamente ou próximo à uma instalação / rede elétrica, são gerados surtos. Eles podem chegar até os aparelhos conectados às redes elétricas, linhas de dados, como internet e TV a Cabo e linhas telefônicas. A grande maioria dos surtos gerados por raios são ocasionados por descargas indiretas. Ou seja, mesmo que o raio caia a quilômetros de distância, essa incidência gera um campo eletromagnético que se irradia pelo ambiente e transfere uma parcela do raio ao encontrar condutores metálicos.

    2. Manobras de Rede
    Outra origem bastante comum do surto elétrico se dá quando companhias energéticas fazem chaveamentos ou manobras de redes, causando a interrupção na distribuição de energia em determinados bairros ou ruas. Não apenas os blecautes, conhecidos popularmente como apagões, mas também as tentativas de religamento são grandes fontes de distúrbios eletromagnéticos, incluindo o surto elétrico.

    3. Liga/Desliga de Máquinas
    O que a grande maioria das pessoas não sabe, é que os surtos elétricos acontecem de maneira cotidiana devido também ao ligar e desligar de grandes motores. Os surtos podem ser gerados tanto por elevadores em prédios comerciais e residenciais; quanto por equipamentos ainda mais comuns, como aparelhos ar-condicionado ou máquinas de lavar. Todas as vezes que são ligados e desligados, estes motores geram sobretensões transitórias que podem causar danos imediatos, à médio e longo prazo aos equipamentos conectados à mesma rede de energia.

    QUAIS DANOS OS SURTOS ELÉTRICOS PODEM CAUSAR?
    Os principais danos causados pelos surtos elétricos são a degradação de componentes; a diminuição de vida útil de equipamentos eletroeletrônicos e até mesmo a queima instantânea destes aparelhos. Como explicado acima, existem situações difíceis de se prever, como a queda de um raio; mas também cenários rotineiros, onde equipamentos de alta tecnologia e grande valor para o dia-a-dia, podem ser danificados causando prejuízos imensuráveis.

    QUEM ESTÁ EXPOSTO A ESTE TIPO DE PROBLEMA?
    Absolutamente todos os ambientes que possuam equipamentos conectados à rede elétrica ou linhas de dados, como telefonia, internet e TV estão expostos aos malefícios dos surtos elétricos. Temos exemplos em diversas esferas.
    Grandes companhias de energia sofrem diariamente com queimas de transformadores causadas por surtos elétricos. Empresas, indústrias e instituições dos mais variados portes e segmentos acumulam enormes prejuízos com reparo, manutenção e reposição de equipamentos eletroeletrônicos avariados pelos surtos elétricos.
    Da mesma forma, eu, que estou redigindo este artigo em meu laptop; e você, que está lendo em seu smartphone, computador ou tablet; estamos à mercê dos danos causados pelos surtos. Eles podem avariar equipamentos essenciais para o nosso dia-a-dia, como geladeiras, fogões, freezers, microondas, tvs, modems de internet, receptores de tv a cabo, câmeras de segurança, portões eletrônicos, interfones e muitos outros tipos de aparelhos.
    Claro, desde que não estejamos utilizando a proteção certa para este tipo de problema!

    O QUE É DPS? COMO ELES PROTEGEM OS EQUIPAMENTOS?
    Muito conhecida por profissionais do setor elétrico, como engenheiros, eletricistas e montadores de painéis, a sigla DPS, infelizmente, ainda não faz parte do vocabulário da grande maioria da população brasileira. Os Dispositivos de Proteção contra Surtos são equipamentos desenvolvidos para detectar a presença de sobretensões transitórias na rede e drená-las para o sistema de aterramento antes que atinjam os equipamentos eletroeletrônicos.

    Os Dispositivos de Proteção contra Surtos podem ser utilizados em diversas aplicações: em redes de distribuição de energia elétrica, para proteção de transformadores e luminárias urbanas; linhas de telecomunicações; tubulações de companhias de óleo e gás; painéis de energia solar fotovoltaica; quadros de distribuição de edificações comerciais/residenciais e até mesmo conectados às tomadas, acoplados aos equipamentos que desejamos proteger.

    Existem três classes de DPS:
    Classe I – Dispositivos com capacidade de corrente suficiente para drenar correntes parciais de um raio. É a proteção primária, utilizada em ambientes expostos a descargas atmosféricas diretas, como áreas urbanas periféricas ou áreas rurais.  Instalados nos quadros primários (QGBT) de distribuição.
    Classe II – Dispositivos com capacidade para drenar correntes induzidas que penetram nas edificações, ou seja, os efeitos indiretos de uma descarga atmosférica. Utilizados em áreas urbanas e instalados nos quadros secundários de distribuição.
    Classe III – Dispositivos destinados à proteção fina de equipamentos, instalados próximos aos equipamentos. São utilizados para proteção de equipamentos ligados à rede elétrica, à linha de dados e linhas telefônicas.

    QUAIS SÃO OS DPS MAIS VENDIDOS DO BRASIL?
    A Clamper, sediada em Lagoa Santa – MG, é pioneira na pesquisa, desenvolvimento, fabricação e comercialização de DPS no Brasil. Líder de mercado e referência mundial no segmento de proteção contra surtos, a empresa mineira oferece soluções customizadas para grandes companhias e uma completa linha de produtos para aplicação residencial, comercial e industrial. Os DPS da Clamper foram eleitos por especialistas do setor elétrico, os vencedores dos Prêmios Qualidade 2017 e Produtos do Ano 2016.

    ONDE EU POSSO COMPRAR DPS?
    Os Dispositivos de Proteção contra Surtos fabricados pela Clamper podem ser encontrados nas maiores redes de materiais elétricos do Brasil. Neste link, você pode conferir qual é a revenda autorizada mais próxima de sua casa. Na internet, você pode consultar os tipos de DPS mais adequados para a proteção de seus equipamentos e também adquiri-los, diretamente na Loja Clamper (www.lojaclamper.com.br).

    28
    09 dez/16
    Alunos do SENAI de Barão de Cocais visitam sede da Clamper

    Estiveram na tarde de hoje (09/12),  na sede da Clamper, alunos do Curso Técnico de Eletroeletrônica do SENAI do município de Barão de Cocais. Os jovens viajaram por volta de duas horas para conhecerem de perto a empresa líder do mercado de DPS no Brasil.

    A programação da visita técnica teve início com a Palestra sobre Dispositivos de Proteção contra Surtos, ministrada pelo Engenheiro Eletricista do Suporte Técnico da Clamper, Diogo Xavier. Nela, foram apresentadas as características, as origens dos surtos elétricos e também os dispositivos desenvolvidos especialmente para proteção contra os malefícios deste tipo de distúrbio. Os alunos puderam também compreender as normas que regulamentam as especificações dos DPS, assim como esquemas e recomendações para o seu uso.

    DPS Clamper - Alunos de Barão de Cocais - MG visitam sede da Clamper

    Alunos do SENAI de Barão de Cocais - MG visitam sede da Clamper

    Num segundo momento, a turma de futuros técnicos em eletroeletrônica conheceu as linhas de Produtos Clamper; com exemplos de aplicação nos mais variados setores (industrial, comercial, residencial). Os jovens manusearam Dispositivos de Proteção contra Surtos de Classe I, Classe II e Classe III, desenvolvidos para instalação em quadros de energia e também próxima aos equipamentos eletroeletrônicos que tanto precisam deste tipo de proteção.

    Uma visita repleta de teoria, mas que também proporcionou a experiência singular de conferir de perto os processos de produção dos dispositivos, desde a etapa de pesquisa até mesmo a montagem dos produtos. Acompanhados pelo engenheiro do setor de P&D da Clamper, Douglas Lara, os alunos participaram de atividades realizadas no Laboratório de Testes, que possui infraestrutura e tecnologia capaz de simular os efeitos de um raio nos DPS e aparelhos eletroeletrônicos. Por fim, puderam conhecer a rotina do setor de Produção, onde os equipamentos são fabricados. As principais etapas da elaboração dos DPS foram esclarecidas pelo gerente industrial da Clamper, Roberto Melo.

    VISITAS TÉCNICAS / PALESTRAS / TREINAMENTOS
    A Clamper mantém as portas abertas para contatos com instituições de ensino (superior e técnico) que possuam interesse no segmento de proteção contra surtos. Contato: marketing@clamper.com.br

    0